terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Individualidade X Individualismo

Pode-se dizer que o individual está vinculado a subjetividade de cada indivíduo, àquilo que é singular e lhe pertence. A individualidade garante a diversidade e pluralidade em termos de vida. Se assim não fosse teríamos humanos em série. Não que isso não tenha sido esforço de alguns, mas é a individualidade que garante o fracasso do intento. A individualidade se dá a partir da própria percepção daquilo que é diferente e externo, por isso, referente a um mundo interno que de alguns modos se exterioriza. A descoberta do diferente garante identidade própria, evidentemente que sempre pouco distinta daquela parte maior que lhe foi conferida socialmente. 

Já o individualismo se inscreve de forma diferente, como aquele que idolatra a individualidade a ponto de torná-la paradigma único de forma que ignora a diferença, aquilo que pertence ao outro - o outro. Neste processo são avivados outros elementos negativos como o egoísmo ou o narcisismo. O desafio é compreender o entorno deste processo que envolve tanto o mundo interior do indivíduo com o exterior. No interior evidentemente há conflitos emocionais e de valores, no exterior pressões por realidades que exercem força na alimentação das chamas internas.

Há a configuração de uma nova história e um novo mundo a partir deste processo denominado por alguns como "individualização" em que o individualismo assume caráter de liberdade desejada, porém assumido de forma inconsciente de seus resultados. Liberdade que mata o outro e restringe a vida.

Só há espaço para o individualismo por causa do empobrecimento dos aspectos coletivos, ou seja, pela desvalorização da vida compartilhada com o semelhante, seja no ambiente familiar ou na comunidade como um todo. É assim que se planta violência e transtornos sociais dos quais se questiona acerca da sua origem.

A individualidade é algo belo, digno de reconhecimento e valor. Porém o individualismo é algo perigoso, por isso, digno da pugna que garante o bem comum, a vida em comunidade.

Ederson Malheiros Menezes (licenciado em sociologia, especialista em educação e mestre em práticas socioculturais e desenvolvimento social)

3 comentários: